Tratamento por Hipnose – Hipnoterapia


A hipnoterapia é a utilização da hipnose para ajudar no tratamento de problemas de saúde e na mudança de hábitos relacionados a uma variedade de doenças.

O procedimento pode ter sucesso onde outros métodos convencionais de tratamento falharam. Quando realizada por um psicólogo qualificado e experiente os resultados são mais realistas. A falha no dessa ferramenta, tida por alguns como a última alternativa, pode diminuir a motivação para superar o problema.

A hipnose é uma técnica rápida de modelagem e controle do comportamento. O que a torna eficiente em situações especiais, na qual se faz necessário o controle momentâneo  do comportamento, não sendo uma boa opção para quando o objetivo são mudanças duradouras.

Esse ponto é ignorado pela maioria dos terapeutas que usa a hipnose como principal terapia e pelos seus pacientes. O paciente deve ser informado das possibilidades e dos limites da hipnose, deixando claro não existir cura mágica e instantânea, como muito buscam. Na verdade, nem mesmo o ter “cura” deve ser empregado, pois estamos lidando com padrões de comportamento e não com um vírus ou bactéria a ser eliminada do organismo (cura biológica).

A hipnose é uma técnica psicológica usada para diminuir os sintomas, mas não produz conhecimento confiável sobre as causas desses sintomas. Essa tarefa é dada a psicoterapia que se detém a analisar, minunciosamente, o problema e as circunstância de sua ocorrência. A psicoterapia oferece o modelo clínico para se compreender a função dos comportamentos e suas causas – diagnóstico – e atuar no aprimoramento de novos comportamentos – intervenção – sendo o terapeuta o mediador desse processo.

A hipnose é mais utilizada quando o objetivo é a “terapia breve”, indicada para situações pontuais em que não é possível realizar o tratamento convencional. Isso torna a hipnoterapia um procedimento especialmente útil para o uso hospitalar e nas emergências clínicas.

Escrito por Leon Vasconcelos, PsyD.
F
undador Comportamento.Net