ATENDIMENTO


 Atendimento Telefônico 08:00 às 11:00 e das 15 às 19:00

 (85) - 3016.9680

Secretária Sra. Elisângela


(85) 99660.0342

Psicólogo Leon Vasconcelos


Clínica Ativa Saúde

Rua Monsenhor Bruno, 2445

Próximo a Otoclínica


Atendimento Particular

Público: Adolescentes e Adultos


Consulta Inicial

Desconto de 20% na primeira consulta


 Horários

No Consultório

Segundas e Quintas: Tarde e Noite


Atendimento Extra Consultório *

Quartas - Sextas - Sábados

Panificadora Contrigo - Geppos Beiramar - Livraria Cultura - Praça Luíza Távora

*O atendimento Extra Consultório é realizado para demandas específicas a ser consultadas.


 Atendimento Telefônico

08:00 às 11:00 e as 15 às 19:00

 (85) - 3016.9680

Secretária Sra. Elisângela


(85) 99660.0342

Psicólogo Leon Vasconcelos


Psicoterapia

Psicoterapia

É uma modalidade de atendimento que ajuda o paciente a ampliar o conhecimento de si mesmo e realizar mudanças nas suas emoções e comportamentos.

"O auto-conhecimento tem um valor especial para o próprio indivíduo. Uma pessoa que se ‘tornou consciente de si mesma’, por meio de perguntas que lhe foram feitas, está em melhor posição de prever e controlar seu próprio comportamento." (Skinner, 1974, p.31)

Como Funciona

As consultas são realizadas em sessões de 45 minutos, geralmente, uma vez por semana. Durante a consulta é iniciada a entrevista clínica - anamnese -  que visa obter dados para a compreensão dos sinais, sintomas e demandas do paciente.

Na consulta inicial é esclarecido sobre a importância do compromisso do cliente, destacando que o trabalho do terapeuta não é julgar as ações, ou comandar as escolhas do paciente, senão, ajudá-lo a identificar os padrões controladores do seu próprio comportamento, realizar interpretações comportamentais, e apoiar as mudanças de comportamentos e melhoria na qualidade de vida.

Critérios

O profissional busca realizar a identificação funcional dos comportamentos, sentimentos e valores do cliente, e o ajuda a perceber e a confrontar os controladores - externos e internos - dos seus comportamentos. É importante a sensibilidade e a experiência para perceber e ajudar o cliente na correta identificação e na modificação dos comportamentos.

Psicoterapia Breve

Psicoterapia Breve

É um modelo de tratamento com foco nas intervenções, visando o alívio rápido dos sintomas e o restabelecimento do cliente. As Psicoterapias Breves foram implementadas nos Estados Unidos, após as Guerra do Vietnã, para tratar grande demanda de neuroses de guerra. Essa linha terapêutica é baseada na medicina paliativa.

Indicações da P.B.

Indicada nos tratamentos paliativos, por exemplo, usada em clínicas e hospitais para controlar a sensibilidade a estimulações aversivas - dor, sofrimento - inerente a exames e tratamentos médicos variados, tais como: exame de sangue, tomografias e ressonâncias, punções, hemodiálise, tratamento de fraturas e queimaduras, tratamentos de câncer, tratamentos dentários, perdas e lutos, doenças degenerativas, pacientes terminais, e nos demais casos que exijam intervenções pontuais.

Limites

Os procedimentos de hipnose e as técnicas regressivas, ou de restruturação cognitiva, devem usadas apenas situações clínicas que exijam tratamento paliativo, pontual.

Entenda as Diferenças

As Psicoterapias Breves foram estruturadas como um conjunto de técnicas e intervenções usadas para o alívio rápido de sintomas pontuais. Por terem sido desenvolvidas com este propósito, o prolongamento de aplicação delas não vai torná-la uma Psicoterapia Convencional.

A brevidade se refere mais ao propósito e a estrutura da terapia, e não ao tempo de tratamento. A aplicação equivocada das técnicas de terapia breve não vai resolver problemas que não sejam foco das terapias breves, ou seja, os problemas pontuais.

A Psicoterapia Convencional foi desenvolvida para ser minuciosa e investigativa, busca analisar a função dos comportamento, a causa dos sintomas e ajudar o cliente a perceber e mudar essas condições. Ela atua nos eventos atuais e intervém no contexto promovedor dos conflitos.

O terapeuta breve fica sob controle de demonstrar resultados rápidos, embora esses possam ser meramente paliativos. Já o terapeuta não breve, busca aprofundar o autoconhecimento do cliente para que ele seja capaz de identificar e de realizar mudanças nos comportamentos disfuncionais de maneira duradoura.

Hipnose e Psicoterapia

A hipnoterapia é a associação de técnicas de manejo hipnótico com uma abordagem psicoterapêutica. Ela é útil nas psicoterapia breves e nos atendimentos emergenciais. Na psicoterapia convencional – com foco nas mudanças duradouras de comportamentos  - o uso da hipnose é mais restrito. Como dito, ela é uma técnica de intervenção, e não uma abordagem clínica para a investigação e a análise dos comportamentos.

Vantagens

Em pesquisa comparando a eficácia de várias psicoterapias breves, Barrios (1970) concluiu que a hipnoterapia teve a maior taxa de recuperação no curto prazo (Com declínio substancial nos próximos três meses, fator de diferenciação para com as Psicoterapias não breves que mantém a durabilidade, transcorrido quatro anos).

Psicanálise: 38% de recuperação, após 600 sessões (11anos e meio);
Terapia Comportamental: 72% de recuperação, após 22 sessões (6 meses); ­
Hipnoterapia: 93% de recuperação, após 6 sessões (1 mês e meio).

A redução dos sintomas relatada pelos clientes como sensações de melhora, bem estar e cura, pode ser paliativa e passageira. Por isso, é importante o aprofundamento, realizando a análise funcional dos comportamentos e não apenas a aplicação da técnica para remoção dos sintomas.

Enviar Pergunta

 

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem