18 anos de experiência em terapias comportamentais com ênfase nas áreas da saúde, desenvolvimento pessoal, relacionamentos, estilo de vida e finanças pessoais. 

TERAPIA PARA ADULTOS

“Ser adulto” não significa possuir determinada idade cronológica, mas ter que decidir, realizar escolhas e arcar com as consequências das decisões e indecisões. Essa “carga de responsabilidades” pode se tornar tremendamente pesada e causar inseguranças diversas. Por isso,  a busca pelo autoconhecimento visando a resolução de conflitos fica evidente nesta fase da vida. Demandas de caráter familiar, conjugal, social e profissional são recorrentes e a terapia é o modo mais eficiente de produzir autoconhecimento e desenvolver as habilidades assertivas. A vivência terapêutica aumenta a sensação de segurança e equilíbrio na vida. É indicada para a melhoria na qualidade de vida e da saúde mental, combatendo os sintomas medo, ansiedade, depressão e baixa autoestima.

TERAPIA PARA ADOLESCENTES

A terapia para adolescentes contempla reflexões sobre formação da identidade, auto- aceitação, relacionamentos com a família, amigos e pares; consequências das redes sociais sobre a saúde, segurança, confiança, entre outros temas. Os jovens vivem em uma rede de interconexões e interdependências que possuem benefícios e malefícios, onde pode ser observado o início ou a intensificação de transtornos como depressão, ansiedade, insegurança, transtornos alimentares, distúrbios do sono e dependência química. Dar os primeiros passos no entendimento dessas questões e comportamentos exige a participação de um mediador que promova um espaço livre de julgamentos e críticas para que o jovem se sinta à vontade e desenvolva segurança para falar sobre os seus sentimentos, dúvidas e receios. O terapeuta na compreensão das função dos comportamentos e o impacto que as relações sociais têm sobre ele e sobre os outros.

TERAPIA PARA IDOSOS

Envelhecer é algo profundamente marcante e do qual ninguém pode fugir, ainda que a maioria tente disfarçar as marcas da vida. As consequências desta fase são impactantes e estão relacionada ao desenvolvimento de problemas de saúde devido a inadequação do estilo de vida. Toda mudança exige o remanejo funcional dos afazeres. As práticas sociais precisam ser bem analisadas e aprimoradas, pois são fundamentais para prevenir e/ou tratar doenças. O sedentarismo e a perda dos vínculos sociais afetivos se relacionam diretamente com elevado risco da depressão , do uso excessivo de bebida e medicamentos. A readequação funcional dos comportamentos – aperfeiçoando o estilo de vida e os vínculos afetivos – tem foco destacado nesse tipo de terapia.

OS BENEFÍCIOS DA TERAPIA

Autoconhecimento

O cliente se torna mais confiante sem que isso seja ensinado explicitamente, mas como resultado do autoconhecimento e da emissão de comportamentos assertivos. A terapia conduz a esse aperfeiçoamento que estimula a superação das dificuldades, a prevenção e/ou tratamento de doenças, e uma maior sensação de segurança e tranquilidade na vida. 

Transformação e Crescimento Pessoal

A boa terapia é voltada para a solução de conflitos, mudança de comportamento, crescimento pessoal, e até mesmo para o tratamento de doenças físicas. Sim, físicas. Uma gripe é causada por um vírus, mas maneira como você age quando gripado tem impacto direto na duração e na eficácia da sua recuperação. Os seus comportamentos e sentimentos frente aos eventos aversivos e as doenças são peças fundamentais para qualquer tipo de tratamento e prevenção da saúde. A maneira como a pessoa enfrenta, ou foge, das adversidade da vida está diretamente relacionada as suas respostas imunológicas e se relacionam aos antigos aprendizados, quando os pais mediaram as primeiras situações ao longo da infância e adolescência.  

 

CONHEÇA O PROFISSIONAL

LEON DE VASCONCELOS (LEON LOPES) é experiente estudioso da ciência do comportamento, ingressou nos estudos acadêmicos, em 1995, no cursos de Ciências Biológicas da UFC, onde fez estágios em pesquisas experimentais. Foi influenciado pelo trabalho do biólogo comportamental, Humberto Maturana que o conduziram ao Curso de Psicologia. Em 1998, se tornou professor de hipnose clínica e representante científico da Sociedade de Hipnologia do Ceará. Fez sua terceira graduação em Comunicação Social e, no mesmo período, se tornou Mestre em Educação e Saúde, em 2008. A sua pesquisa inédita de mestrado abordou o impacto do controle do verbal do comportamento (a hipnose e sugestão) como intervenções terapêuticas na área médica. Trabalhou com doenças psicossomáticas, usando terapia breve (terapia cognitiva e hipnoterapia) e terapias analítico contextuais e funcionais.  

MARQUE SUA CONSULTA

ATENDIMENTO PARTICULAR

Não aceitamos plano de saúde e não realizamos atendimento de Psicologia. Trabalhamos usando método próprio e multidiciplinar, abrangendo o autoconhecimento em terapia, práticas de socialização, aperfeiçoamento do estilo de vida e orientação em finanças comportamentais.